BNDES ofertará R$ 25 bi em crédito rural no âmbito do Plano Safra 2022/23

20/07/2022

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou, em comunicado, que ofertará R$ 25 bilhões em crédito para o setor agropecuário brasileiro no âmbito do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2022/23, mais conhecido como Plano Safra. O plano tem vigência entre 1º de julho de 2022 e 30 de junho de 2023. Em 2021/22, foram R$ 19,8 bilhões.

No comunicado, a instituição de fomento detalhou que, do total, R$ 18,6 bilhões serão destinados a linhas de investimento e R$ 6,4 bilhões a operações de custeio. No Plano Safra, são 11 programas operados pelo BNDES.

Desse total, dez são voltados à agricultura empresarial e terão R$ 14,1 bilhões com taxas de juros anuais entre 7% e 12,5%, e um para a agricultura familiar — o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que terá um total de R$ 5,7 bilhões e taxas anuais entre 0,5% a 6%.

O BNDES lembrou que os recursos poderão ser emprestados a produtores, cooperativas e empresas do setor, e destinados a projetos de investimento, aquisição de máquinas e equipamentos e aportes em sustentabilidade, armazenagem, inovação, modernização e custeio.

O BNDES realçou, ainda, que mantém o programa BNDES Crédito Rural, destinado tanto à agricultura familiar quanto empresarial e que também concede crédito para as finalidades previstas nos demais programas agropecuários federais. Contudo, o programa não conta com equalização de taxas de juros pelo Tesouro Nacional, o que permite ao BNDES garantir a oferta de recursos ao longo de todo o Plano Safra.

O BNDES detalhou que a liberação de crédito se dá por meio de rede de agentes financeiros credenciados, incluindo agências de fomento, bancos de montadoras, cooperativas de crédito, bancos cooperativos, bancos privados e bancos públicos. A data de abertura dos pedidos de financiamento ainda não foi definida.

Fonte: Valor Econômico

por Categoria: Financiamento BNDES