Edital da Finep/MCTI destina R$ 10 milhões para inovações em materiais avançados

24/07/2020

A Finep, Financiadora de Inovação e Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), acaba de lançar novo edital de Subvenção Econômica à Inovação para apoio ao desenvolvimento de novos produtos, processos e/ou serviços inovadores na área de materiais avançados. Ao todo, serão disponibilizados R$ 10 milhões, em recursos não reembolsáveis, do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicos (FNDCT).

Serão apoiadas atividades que apresentem níveis de maturidade tecnológica de 4 a 7, os chamados TRLs (Technology Readiness Levels). O edital tem linhas voltadas tanto para aprimoramento de produtos de alta performance – uma pá de um aerogerador, por exemplo, quanto para produtos completamente novos, como wearebles ou tablet dobrável e transparente. “Além do enorme potencial de gerar novos produtos e processos inovadores de elevado valor tecnológico e econômico, os materiais avançados podem contribuir para aumentar o desempenho, agregar valor ou introduzir novas funcionalidades em produtos e processos tradicionais”, disse o diretor de Inovação da Finep/MCTI, Alberto Dantas. O objetivo é apoiar o desenvolvimento de produtos, processos e serviços, novos ou aprimorados, com aplicação dos materiais avançados.

As propostas deverão contemplar, no mínimo, um dos quatro subitens previstos na linha temática do edital. São eles: Melhor performance dos produtos, demonstrada pela adição de resistência, desempenho, leveza, durabilidade e/ou armazenamento de energia; redução do impacto ambiental do produto ou no processo industrial, comprovada pelo aumento da segurança ou pelo menor consumo de energia, matéria-prima e/ou emissões de gases do efeito estufa (GEE); nova aplicação resultante do desenvolvimento de tecnologia que exija modificação no processo e infraestrutura existente, etapa de escalonamento em ambiente operacional, desenvolvimento do mercado e/ou reestruturação do modelo de negócio; e aumento da competitividade, por meio de aplicações em componentes, processos e sistemas produtivos, tais como o desenvolvimento de soluções para ferramental, máquinas, equipamentos, moldes, sensores, dentre outros que resultem em maior produtividade.

Poderão se candidatar empresas brasileiras de todos os portes, individualmente ou em parceria com uma ou mais empresas. É desejável, ainda, a participação no desenvolvimento do projeto, como prestadoras de serviços, de Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs). O valor solicitado deve enquadrar-se entre o mínimo de R$ 500 mil e o máximo de R$ 1,5 milhão. “Tanto pequenas empresas como grandes podem se candidatar, mas o ideal é que estejam conectadas”, afirmou o executivo.

O envio das propostas, e de todos os documentos complementares determinados no Anexo 2 do edital, deverá ocorrer até às 18h do dia 14 de setembro, exclusivamente por meio do Formulário de Apresentação de Propostas (FAP), específico para esta Seleção Pública. O FAP estará disponível no Portal da Finep/MCTI, no endereço www.finep.gov.br, na próxima segunda-feira (27 de julho). A divulgação do resultado preliminar da análise de mérito está prevista para 30 de novembro e, o resultado final, para o dia 22 de dezembro.

Para consultar o edital, clique aqui.

Fonte: Finep

Newsletter