SENAI anuncia R$ 152 milhões para projetos de inovação na indústria

07/04/2022

A Plataforma Inovação para Indústria, uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), irá disponibilizar R$ 152 milhões para o financiamento de soluções inovadoras para o setor, em seis categorias: Habitats de Inovação, Aliança Industrial, Aliança Agenda Tech, Empreendedorismo Industrial, Missão Industrial e Chamada Regional.

O valor anunciado para esse ano é 50% maior que em 2021, quando foi investido R$ 102 milhões para o desenvolvimento de projetos inovadores para a indústria brasileira. Parte do valor usado no financiamento de novos projetos em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias e inovação é aplicado pelo SENAI, parceiros e contrapartida das empresas. Com esse recurso as empresas poderão, a partir do dia 31 de março, inscrever projetos nas áreas automotiva, química, metalmecânica, automação, meio ambiente, tecnologia da informação, farmacêutica, entre outras.

A Plataforma Inovação para a Indústria financia o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, para aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de otimizar a segurança e saúde na indústria.

A partir desse ano, as empresas que desejarem inscrever projetos na categoria Empreendedorismo Industrial deverão escolher entre duas modalidades: Desafio Instituição Âncora e Startup.Tech. A primeira tem como foco principal a apresentação dos desafios de uma média ou grande indústria para submissão de propostas de projetos pelas startups participantes. Já a segunda, apresenta uma lista de soluções tecnológicas das startups como foco na apresentação da chamada, possibilitando que médias e grandes empresas industriais interessadas possam se conectar por meio de chamadas coordenadas pelos Departamentos Regionais do SENAI.

Além da conexão com os Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia, a Plataforma também promove a parceria com universidades, empresas industriais, startups e outros centros de pesquisa. As soluções inovadoras podem ser novos produtos, processos ou serviços de caráter inovador, que promovam o aumento da produtividade e competitividade industrial brasileira, ou ainda a otimização da segurança e saúde na indústria.

Como participar

A Plataforma Inovação para a Indústria está aberta à participação de empresas do setor industrial de todos os tamanhos, inclusive startups de base tecnológica. Para participar, é necessário enviar a ideia pela página de inscrição, seguindo normas e cronogramas específicos de cada categoria. 

Clique aqui para saber mais sobre o regulamento.

Desde que foi criado, em 2004, a iniciativa já selecionou mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 900 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI. Os projetos resultaram em novos produtos, processos ou serviços de caráter inovador – incremental ou radical, atendendo até hoje mais de 1.200 empresas.

Rede Institutos SENAI de Inovação 

A Rede de Institutos SENAI de Inovação foi criada para atender as demandas da indústria nacional. Ela tem como foco de atuação a pesquisa aplicada, o emprego do conhecimento de forma prática, no desenvolvimento de novos produtos e soluções customizadas para as empresas ou de ideias que geram oportunidades de negócios. Os institutos trabalham em conjunto, formando uma rede multidisciplinar e complementar, entre si e em parceria com a academia, com atendimento em todo o território nacional.

A rede é composta por 26 Institutos SENAI de Inovação. Desde a criação, em 2013, mais de R$ 1,2 bilhão foram mobilizados em 1.332 projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). A estrutura conta com mais de 920 pesquisadores, sendo que cerca de 45% possuem mestrado ou doutorado.

Por serem reconhecidos como Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), os Institutos SENAI de Inovação possuem acesso a diversas fontes de financiamento não-reembolsáveis para projetos de PD&I. Atualmente, 15 institutos compõem unidades EMBRAPII e possuem acesso direto a recursos para financiamento de projetos estratégicos de pesquisa e inovação.

Fonte: Agência de Notícias da Indústria