Setor elétrico terá R$ 500 mi voltados para inovação

27/01/2020

Em 2020, o setor elétrico brasileiro contará com cerca de R$ 500 milhões para a inovação das concessionárias em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e startups. Para Benildo Aguiar, presidente do Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará (Sindienergia), o investimento trará mais oportunidades para as empresas locais.

“Esse volume de recursos é uma oportunidade para que a gente, no Ceará, se destaque, transformando as ideias em algo concreto, que traga benefícios para quem gerou a ideia, para quem vai investir e para os consumidores de energia”, disse Aguiar durante a 4ª edição do Roadshow Energy Future, realizado no dia 23 de janeiro, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

Segundo Apolo Lira, representante do Energy Future, esse é o maior volume de recursos voltados para o segmento de P&D do Brasil, em 2020. A ideia é fomentar investimentos na área de energias renováveis, redes inteligentes, dentre outros. Serão selecionados 18 projetos de inovação no País. O prazo para inscrição vai até 31 de janeiro, por meio do site energyfuture.Com.Br.

Melhoria dos serviços

De acordo com Amadeu Macêdo, responsável pelo programa de P&D e novas tecnologias da Enel Brasil, a ideia é fomentar projetos focados na melhoria dos serviços ao consumidor final. “Até agora, boa parte dos P&Ds foram direcionados para o início da cadeia, agora queremos produtos focados no serviço”, disse.

Macêdo aponta ser do interesse do grupo que empresas locais participem do projeto. “30% desses R$ 500 milhões devem ser aplicados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Então, a gente está olhando projetos que possam resolver gargalos regionais”.

Segundo o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) Ceará, Paulo André Holanda, o montante direcionado para o Ceará dependerá da qualidade e quantidade de projetos apresentados.

Fonte: Diário do Nordeste

Newsletter